Dor no quadril: causas e o que fazer

By 5 de julho de 2021Medicina, Saúde
Aluguel 5

A dor no quadril é um problema muito frequente em idosos devido à articulação desgastada, mas também afeta pessoas mais jovens ou esportistas por causa de má postura ou muito esforço físico. A dor ainda pode ser sentida no meio da coxa e da virilha, e pede um acompanhamento médico.

Causas para dor no quadril

A causa mais comum de dores repentinas no quadril são as fraturas. Conforme envelhecemos, os ossos ficam mais frágeis e podem ser fraturados com facilidade em uma queda ou mesmo em atividades rotineiras.

A fratura no quadril é mais perigosa do que pode parecer a princípio, já que é capaz de causar pneumonia e coágulo na perna, que pode se deslocar e provocar um coágulo nos pulmões. Isso ocorre por falta de movimento após a aparição da fratura ou a cirurgia realizada no quadril.

Outras causas

Entre as principais causas para as dores, se destacam artrite, infecções, tendinite, bursite, torsão, osteonecrose do quadril e dores lombares.

Diagnóstico

É importante buscar ajuda médica no caso de a dor ter sido causada por uma queda, se perna estiver lesionada ou sangrando e se a pessoa não estiver conseguindo mover o quadril. Uma consulta também é bem-vinda no caso de a dor vier acompanhada de febre e se a dor for sentida em ambos os quadris e articulações.

Especialistas

Para quem quiser ir além do clínico geral, os especialistas capazes de diagnosticar dores no quadril são o ortopedista, o reumatologista e o infectologista. No momento de realizar a consulta, é indicado ao paciente levar informações como lista dos sintomas e há quanto tempo eles surgiram, além do histórico médico e os medicamentos consumidos com frequência.

Tratamento

O tratamento varia de acordo com a causa do problema e o diagnóstico do médico. Então, somente o profissional poderá estabelecer qual o medicamento adequado para cada caso, assim como a dosagem e a periodicidade a ser consumida pelo paciente. É importante não se automedicar em hipótese alguma.

Fonte: Ministério da Saúde

Aluguel

Leave a Reply